terça-feira, 28 de dezembro de 2010




Independente de dores, ausentes ou não, futuras ou passadas, eu sempre me achei muito forte. Muito forte pra alguém de 50 quilos. Muito forte pra apenas 17 verões. Muito forte pra uma Paraibana (que na maioria das vezes sofre pra kct).


Eu me acho muito forte, e agradeço a todos que já alguma vez na vida me maguou ou me fez sofrer em algum instante, meu eterno: OBRIGADO !


Você ajudou a me formar na loucura de levar tudo no riso e na ironia, de me desmanchar em gargalhadas e fazer valer a minha frase favorita: Não sofro por pouco.





JAMAAAAAIS !


never never ..




Eu vou tá desperdiçando água com sal por aí por quem não merece ?! não não.


Coisa ruim se combate com coisa boa, pra ficar mais arrasado ainda e terminar tudo com um final feliz ;D


Até pros meus inimigos eu desejo um bem danado, eles sorrindo me fazem rir pra caralho e eu me acaaaaaabo nessa palhaçada.





beijo e xero pra quem me odeia :*

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Se Papai Noel aparecesse agora e me desse uma ordem, eu obedeceria é claro. Mas a ordem é a seguinte: eu tenho direito a um último pedido pra esse natal, mas não pode ser relacionado à familia, dinheiro, escola, amigos, namoro, paz mundial, nada disso. Tem que ser uma coisa que me faça bem.
Sabe o que eu escolheria? escolheria nunca mais sentir essa sensação do vazio de não te ter.
Foi/é uma das piores coisas da minha vida, almejar tanto por uma coisa, que quando tê-la pensar que não tem. Que loucura a minha né? Que seus olhos ao lerem algo parecido não transmitam ao seu coração nem um tipo de raiva em relação ao meu desejo natalino.
Eu não nego, já senti falta do que eu era quando não era de você, sabe aquela coisa chamada liberdade? Eu transformava em libertinagem, quando eu não era de ninguém.
Tinha dias que eu me achava linda, com o mundo nas mãos, ousada ao ponto de chegar até você e fazer você me querer nem que fosse na base da porrada. Mas também havia dias que eu acordava, feia, mas tão feia que achava que você seria capaz de querer mesmo alguma outra coisa, qualquer coisa, menos eu.
Aí veja só, agora que te tenho tudo muda. Mas e agora 'de que eu vou correr atrás?' -me perguntei.
Porque eu dedicava todos os meus dias, querendo ou não, a incansável busca por te ter, te roubar pra mim, fazer você me enchergar.
Decidi então que agora eu vou correr atrás de que você NÃO CANSE DE MIM, que não abuse, vou fazer cicatrizes de felicidade em seu corpo com meu nome, para que você jamais me esqueça em sua vida.
E todas essas palavras podem parecer loucura, a menina feia e magra com medo de perder o que já tem, parece até novela mexicana, ou coisa que passa no domingo tarde quando todo mundo tá ocupado pra ver.
É engraçado como eu te tenho e como misturei isso tudo. Mas é isso Papai Noel, caso o ilustríssimo queira me fazer uma visita já vai saber o desejo: NUNCA MAIS SENTIR AQUELA SENSAÇÃO, CHAMADA SOLIDÃO, SOZINHA OU NÃO.



Feliz Natal que tá pra vir, muito amor e muita luz, aonde quer que você esteja !
Se Papai Noel aparecesse agora e me desse uma ordem, eu obedeceria é claro. Mas a ordem é a seguinte: eu tenho direito a um último pedido pra esse natal, mas não pode ser relacionado à familia, dinheiro, escola, amigos, namoro, paz mundial, nada disso. Tem que ser uma coisa que me faça bem.
Sabe o que eu escolheria? escolheria nunca mais sentir essa sensação do vazio de não te ter.
Foi/é uma das piores coisas da minha vida, almejar tanto por uma coisa, que quando tê-la pensar que não tem. Que loucura a minha né? Que seus olhos ao lerem algo parecido não transmitam ao seu coração nem um tipo de raiva em relação ao meu desejo natalino.
Eu não nego, já senti falta do que eu era quando não era de você, sabe aquela coisa chamada liberdade? Eu transformava em libertinagem, quando eu não era de ninguém.
Tinha dias que eu me achava linda, com o mundo nas mãos, ousada ao ponto de chegar até você e fazer você me querer nem que fosse na base da porrada. Mas também havia dias que eu acordava, feia, mas tão feia que achava que você seria capaz de querer mesmo alguma outra coisa, qualquer coisa, menos eu.
Aí veja só, agora que te tenho tudo muda. Mas e agora 'de que eu vou correr atrás?' -me perguntei.
Porque eu dedicava todos os meus dias, querendo ou não, a incansável busca por te ter, te roubar pra mim, fazer você me enchergar.
Decidi então que agora eu vou correr atrás de que você NÃO CANSE DE MIM, que não abuse, vou fazer cicatrizes de felicidade em seu corpo com meu nome, para que você jamais me esqueça em sua vida.
E todas essas palavras podem parecer loucura, a menina feia e magra com medo de perder o que já tem, parece até novela mexicana, ou coisa que passa no domingo tarde quando todo mundo tá ocupado pra ver.
É engraçado como eu te tenho e como misturei isso tudo. Mas é isso Papai Noel, caso o ilustríssimo queira me fazer uma visita já vai saber o desejo: NUNCA MAIS SENTIR AQUELA SENSAÇÃO, CHAMADA SOLIDÃO, SOZINHA OU NÃO.



Feliz Natal que tá pra vir, muito amor e muita luz, aonde quer que você esteja !

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Eu sei que no final de toda tristeza, há uma felicidade escondida.



Eu quero que você esteja comigo, não porque precisa, porque tem medo da solidão, porque está acostumando...
Quero quero você fique comigo porque quer, porque gosta, porque me ama. Quero ouvir da sua boca todos os dias que tem felicidade em estar comigo e que tem plena certeza que a atitude mais bem feita que tomou na vida foi a de FICAR COMIGO.
Depois de um tempo não há quem não perceba, que o que a gente sente é forte, concreto e suficiente. Não quero que olhe outras de cima à baixo, que fale no pé de outro ouvido, que abrace outro corpo, ou que sinta outro perfume.
Eu quero sentir a supremidade da necessidade de você para comigo. Quero que dependa de mim todas as horas e segundos que seu coração bater chamando por meu nome. Não consigo JAMAIS aceitar a condição de ver outra a seu lad;, eu me tornei duente por sua presença e não suportaria viver sem tal.
Eu não quero mais fazer súplica por seu nome. Agora mais do que nunca, eu quero que você esteja comigo porque VOCÊ QUER. PORQUE LHE CONVÉM ESTÁ COMIGO, E COM MAIS NINGUÉM.
Se não for pra ser completo, pra ser inteiro e real, eu prefiro passar o resto das minhas noites sozinhas e apenas com lembranças suas, com um copo de Vodka pra brindar com ninguém. Eu necessito de TOTALIDADE. E se não for pra ser meu, é melhor que não seja de mais ninguém.


Não se deixe influenciar por minhas palavras,
eu juro que são pequenas diante do desejo que sinto.
E enquanto o desejo for sufiente, eu vou viver com você,
que queira ou que não queira.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

bem assim, bem indiferente. O coração, um cáctus. Não me importo mais.

- Caio F. Abreu


Eu não sei mais de nada, não entendo mais nada !

Se me falam, é pra eu acreditar ou não ? Se por trás de tudo há alguém que quer meu bem, eu à sigo ou é melhor pensar em mim? Porque se algo é óbivo nem sempre significa que é o melhor pra mim, eu não nasci normal. Eu, aliás nasci de 8 meses e meio, isso é normal ? não é.

Não foram 7 nem 9, foram 8,5. Aí talvez eu não precise ser feliz ou triste, talvez precise ser diferente. Isso é ilário.

Não me pergunte sobre aquela coisa tipo, aquela ... aaah, lembrei: AMOR. Como faz pra ela não machucar, e se machucar toma o que? Macumba nem resolve viu?

Eu não sei mais de NADA, só sei que o EMPULXO É UM TIPO DE FORÇA E É MEDIDO EM NELTONS, é. Eu sei porque a física me fascina, apesar do Professor me chamar no canto e perguntar: está tudo bem? Você ainda não soltou nenhuma piadinha sobre minha camisa hoje.

Pois é Professor, não está nada bem, mas eu sei que ele não teria uma calcúlo que desse exato e resolvesse todos os meus problemas. Aí eu mordo um pedaço e chocolate e sinto falta de perguntar: QUER CHATO ?

Mas isso é relativo, porque eu espero a verdade caso ela exista.

Minha cabeça ainda pesa muuuuuito, haha isso também é ILÁRIO. Se quem ama trái, quem não ama planta milho? haha .

Seja o que DEUS QUISER, apropósito eu ACREDITO nele viu ? BASTANTE *-*


terça-feira, 23 de novembro de 2010

Se quer saber, ta doendo sim. Mas do que todas as outras vezes, porque eu não vi, eu ouvi. Eu não enxerguei a dor na minha frente, nem tive tempo pra saber o quanto de mim eu iria precisar para superá-la, eu fazia isso quando me decepcionava ao vivo e a core, eu media até o tempo que isso ia durar. Mas não foi assim, foi tudo um pouco, de muitas bocas, de muitas verdades e isso doeu tanto, por eu pensar que nunca mais ia ter que passar por isso.
Aí veio tudo, me derrubou mesmo, não sinto vergonha de dizer que passei um domingo com vergonha de ter olho inchado por chorar de desespero e até mesmo com ódio de me olhar no espelho e não me reconhecer. Eu até pensei que não sabia mais ser triste, porque eu fui feliz por tanto tempo... E quando a gente acostuma pensa que venha o que vier, nada vai mudar o que o amor construiu.
Se eu pudesse com um aspirador de pó todas as mentiras, eu tiraria tudo.
Porque eu sei o quanto eu preciso de você, o quanto eu sinto sua falta.
O quanto eu achava lindo o barulho do seu riso, a força do seu abraço, a sua mordida no ombro...

Mas na vida, a gente tem que aprender, que é preciso passar por cima de certos desejos e ver o que é real, por mais que isso doa.
Eu tinha que dá uma lição,
uma lição em mim, acho que fiz isso por mim, porque ainda não me sentia esperta o suficiente para aguentar mais coisas que estavam por vir.
Não pense que eu quero maltratar ninguém. Só peço, para como sempre, você se por no meu lugar. No mínimo não olharia mais na minha cara, ou passaria meses para pronunciar meu nome com força. E eu acho o seu nome tão lindo. Ainda escrevo ele sabia?

Mas fora a parte boa e a ruim, restou aquilo que eu chamava de CONSIDERAÇÃO, que tá perdida por aí. Se você achar, pratica um pouco, passa uns meses, depois me devolve e me ensina de novo o que é (:

segunda-feira, 15 de novembro de 2010



É mesmo assim tão importante dá satisfação da sua vida pra alguém?
Eu sei que a vida é feita de laços, mas antes deles é preciso um grande nó para garantir que o laço fique firme e sustente todo o resto. Eu não sei ser feita de pedaços, de espaços não preenchidos causados por uma certa falta de confiança em alguém. Se eu morresse agora jurando que estou bem, morria mentindo. Porque não há um dia siquer que eu não fique com a sensação inojada de ver gente falando mal de mim, em lugares em que plantei e destribui sorrisos sem pedir nada em troca.
Mas o melhor é que além disso tudo, apesar disso tudo, eu ainda posso ouvir palavras que me servem como conforto, coisas do tipo: 'relaxa, você não deve nada a ninguém'. Mas eu relaxo, eu supero, eu vivo, eu fico bem. Até que chegue o próximo comentário e me avise que aqui simplesmente não mudou NADA.

Deus, coloque tudo no lugar, faça tudo dar certo. Mas tudo no seu tempo determinado, eu esperarei. AMÉM.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

E eu tô mal, tô arrasada
tô sobrecarregada, querendo o colo da minha mãe e o cheiro do meu amor.
Querendo que pelo menos um segundo nessa vida eu olhasse de lado e não visse ninguém falando mal de mim ou pelo menos me cobrando uma mudasse que pra mim não ocorreu.
Eu queria meu coração em paz, repirar fundo e ver que o dia nasceu e eu nã morri de desespero.
Ainda acredito na força da vida e no poder de Deus.
Quem gosta de mim e está do meu lado sabe o que eu preciso agora, mas nem sempre eu preciso de alguém, talvez o problema seja comigo mesma.

Mas é claro que o sol vai voltar amanhã, mais uma vez, eu sei !

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Eu não preciso perder tempo com isso.
Eu não quero nem posso pensar nisso, não agora.
Porque agora provavelmente eu iria pensar não só nisso mas em milhares de coisas que consequentemente me levariam a pensar naquele par de coisas que eu não gosto, ninguém gosta não é mesmo ?
Eu preciso comer bem, dormir bem, acordar bem, preciso fazer aquela prova de física com melhor perfeição possível. Portanto eu não posso pensar nisso agora, porque com isso eu ocupo meu tempo com coisas desnecessárias à esse meu fim de semana, e isso não está nos planos e não vai acontecer. Porque se acontecer, eu vou perder mais tempo pensando besteira e postando em blog do que sorrindo, sendo feliz, beijando na boca que é o bom da vida, e estando com meu amado.
E eu quero ainda ser muito amada, e amar é claro.
Quero ainda muito mais coisas nessas minhas horas vagas, e não ficar pensando nisso.
Então está decidido, isto fica AQUI, enterrado (ou não) por tempo indeterminado, e eu não vou pensar nisso nem perquisar nada nas últimas horas e últimos dias.
Não mesmo *:


Olha, da primeira vez que eu estive aqui
Foi para me distrair, eu vim em busca de amor.
Olha, foi então que eu te conheci
Naquela noite fria, nos teus braços os problemas esqueci.
Olha, da segunda vez que eu estive aqui
Já não foi para me distrair
Eu senti saudades de você
Olha, eu precisei dos seus carinhos
Eu me sentia tão sozinho e já não podia mais te esquecer
Eu vou tirar você desse lugar
Eu vou levar você para ficar comigo
E já não me interessa mais o que os outros vão pensar.

(Los Hermanos)




Eu quero arranhar minhas unhas pintadas de vermelho nas suas costas e ver aquele arrepio tão gostoso de provocar. Quero morder seus lábios como se quisesse carrega-los comigo por todas essas minhas viagens de idas e vindas. Quero mexer nos seus fios de cabelo por toda eternidade e nunca deixar você corta-los na parte de trás pra não perder a graça. Quero provocar sorriso em você todas as vezes que faço valer a cor dos meus cabelos tingidos. Quero abraçado-lo, deixa-lo comigo por toda uma semana e só assim fingir diminuir a saudade. Quero seu cheiro na minha camisa verde preferida *-*
Quero beijo de chuva, aquele com gosto de felicidade que você me deu. Quero mais você, quero mais tempo, não que não tenha, mas que faça ser real, eu sou gulosa meu bem, demais !

Foi Deus gentil comigo mandando você pra mim !


arthurrafaelcordeirocosta


Eu queria poder sair por aí sem motivo, e contar a um desconhecido de esquina tudo que já nos ocorreu. Você lembra meu bem, de nossas primeiras palavras trocadas? Você lembra, meu bem, do nosso primeiro beijo? Você lembra ?
Nem precisa, eu lembro de tudo. Amo passar horas vendo como a vida muda, como o mundo gira, e como foi lindo o tropeço que eu dei em você. Foi perfeito cair nos seus braços e acordar como se tudo aquilo tivesse sido apenas um susto, que eu nunca te perdi, que nunca passei noites pensando como te ter de novo. [aaaaa] Como foi bom sonhar. Sonhei que você um dia ia se tocar e olhar que tudo o que houve foi ponte pra chegar até mim. Como é bom saber que minha realidade é imensamente feliz quando isso tudo deixou de ser planos e eu me vejo uma hora ou outra em casa com você, vendo tv, falando bobagem e comendo brigadeiro.

Eu amo o jeito como o destino me trata, amigo à beça *:

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Eu procuro você desde o dia em que nasci .




Suponhamos hoje, uma partida, uma despedida, um adeus, um fim !

Imginaaaando ...


Pois bem, como eu poderia ficar sem aquele cheiro que me acompanha dia e noite, sem aquele beijo com 'estálo' e mordida, sem aquela viagem pela nuca ?
Como eu iria normalizar minha vida em rapidez, se em toda ela você aparece ?
Você aparece até no próprio nome daquilo que sentimos: AMOR .
Suas iniciais aparecem na própria palavra, DO INICIO AO FIM:
A MO R.

Agora, me diga você, como eu iria suportar sua ausência permanente se eu só me abasteço de tua presença porque sei que sempre o terei em todos os fins de semana da minha vida, que pra mim são RECOMEÇO DE FELICIDADE ?
Me diga meu caro, como se pode ser feliz, procurar outras pessoas se é apenas uma em que se pensa a todo instante ?
Consigo nem pensar em não ter você.

Graças a Deus que eu te tenho comigo, porque se não a coisa ia ficar feia,
ia ficar HORRÍVEL ...

two months *-*

terça-feira, 5 de outubro de 2010



Eu ainda me lembro de ontem, sim. Me lembro muito bem.
Lembro quando eu estava deitada em seu abraço e imaginando por uns minutos que o mundo era só nosso. Tendo certeza absoluta que você era só meu e eu ser só tua não era mais questão de tempo, era fato consumado, verídico.

E hoje eu acordei tão bonita, foi como ter transformado 24 minutos em 24 horas ao seu lado, e eu com você sou linda, linda demais.

Das minhas loucuras diárias ;$



Eu sou quieta, quietinha. Diminuo tudo, detesto exageros. Eu grito mesmo, falo alto, mas odeio exagero, O D E I O. O que é pra ser um chuvarel de gritos, um varal de roupa suja, eu diminuo, faço questão. Somente para não desgastar isso nosso que é tão novo e belo, é como uma criança recém-nascida de três meses que não pode ser nem tão cedo apresentada a estes medos do mundo. Porque, não sei se tu lembras ainda, nós começamos de um recomeço. Juramos uma nova história, uma nova chance, prometemos nos entender melhor, sermos claros em tudo. Daí a pouco eu me vejo lendo insultos, fetiches, coisas que como sempre teêm teu nome como coisa principal. Daí a pouco já estou eu imaginando milhões de coisas, criando chifre em cabeça mesmo, rezando pra ser tudo ilusão. E quando estamos frente a frente, e eu vou derrubar tudo em você, eu lembro do diminutivo. Lembro-me do nosso recém-relacionamento, recém-recomeço. E paro, respiro fundo e te beijo como cura pra tudo.

Aí eu fico a imaginar nas horas vagas, até quando eu serei calma assim, até quando serei o que não sou. Respondo a mim mesma: serei assim até que eu veja que serám mesmo preciso deixar todo esse amor de lado e brigar com você, rasgar você todo e te lembrar QUEM SOU EU.

E eu não pretendo ficar cansando você e eu com coisas que parecem bobas, não quero ficar de léro-léro te lembrando das primeiras recomendações que te fiz -não me faças sofrer e ficarás bem- não quero.
Não quero está desgastando nossas horas PRECIOSAS com briguinhas que sempre acabam em beijos demorados, e eu te falando como é ruim ficar sem você. Mas se for preciso esfrego na tua cara e te lembro que tenho MAIS QUE MOTIVOS para ficar com orelha em pé e olhos cheios, pois não foi só uma vez que eu vi você me deixar, não foi só uma vez que sofri. Mas que demore, que a paz reine, que eu seja sempre tua e você meu, que isso tudo não passe de momentos dessa tal coisa que se chama NAMORAR.


Quantos pensamentos no ar quando te Beijo!

domingo, 3 de outubro de 2010




"Não é que eu não confie em você. Eu confio.
Eu não confio é no destino, ele costuma separar pessoas que antes pareciam inseparáveis."



Eu não consigo deixar você, NEM QUERO.

Deus que me livre de tristeza maior que deixar você.
Eu sinto raiva, muita raiva, eu puxo os meus cabelos em desespero, quando você me liga na madrugada embreagado e ainda quer que eu o desculpe por sua inocência ao dar sinal de vida as 1:13 da manhã.
Eu crio coméia de ódio dentro de mim, quando você não se dá ao trabalho de ao menos me ligar dois dias depois para dizer que está tudo bem, e só manda um sms curto e brega pedindo para que EU TE LIGUE. É muito absurdo pra pouco tempo de namoro ;@
Daí eu ensaio, ensaio muito as broncas que vou te dar.
Juro pra mim mesma que só te beijarei despois de praticar seu orgulho e ouvir sair da sua boca linda a palavra 'DESCULPA'.
Aí fraquejo, perco, desisto.
Desisto ao ver você na minha frente, com cara de cachorro pidão. Desisto quando vejo, somente eu vejo, o quanto você precisa de mim. Seu corpo todo pedindo socorro, e você mesmo pedindo um beijo meu. E eu dou; dou beijo, abraço, carinho e tudo o mais o que a gente tava precisando naquele momento. Porque eu não sei mesmo viver sem seu cheiro, sem esse seu jeito errado, sem essas suas palavras loucas de um bêbado que eu me apaixonei a um ano atrás exatamente neste estado.
Eu não sei mesmo viver sem você, e esqueço todas as brigas e muidinhos que estava planejando fazer, porque eu encontro motivo maior, que basta somente eu saber:
VOCÊ NÃO É NADA SEM MIM, NÃO VIVE SEM UM BEIJO MEU.


E eu sei que tudo isso que eu escrevo ta meio louco, meio sem sentido, meio desajustado e errado, mas foram exatamente assim meus últimos dias. CONTURBADOS !

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Teu olhar é o mais lindo do mundo, simplismente por ser TEU c9



Eu não vejo diálogo mais bonito que aquele que a gente uma vez outra troca pelo olhar. Nem domingo de sol, nem maresia, nem ver beijar-flor, nem ao menos sua mão na minha cintura me fez/faz mais feliz que aquele momento.

- Oi
- Oi
- Vem comigo?
- Sempre !

E Fui. Viajei naquele instante, me senti dentro de você. Movimentaste todas as células e moléculas do meu corpo ao mesmo tempo em que paralisava os músculos do mesmo.

Agradeço por você, uma vez ou outra, morar pelo olhar dentro de mim.
Nunca duvide da minha necessidade absurda de você, eu PRECISO de você comigo. A todo instante que nos é dado, nem que seja somente pra ficarmos deitados na rede falando besteria, ou pelo menos fingir dormir para imaginarmos como será no futuro.
Eu quero esse futuro, vou querer sempre /absurdamente muito/ você !



/ querido blog: perdão por tê-lo abandonado 2 semanas seguidas. É que parece que minhas palavras saem melhor no sofrimento, e a felicidade eu guardo para lembrar que é MINHA e de mais ninguém :D
Mas prometo uma vez ou outra soltar purpurina e raios de sol por aqui.
Beijos seguidores, obrigado pelo carinho de sempre :*

terça-feira, 31 de agosto de 2010




Foi estranha a forma como nós trocávamos beijos durante aquela meia hora. Você me beijava com gosto de desculpa e eu sentia sabor de amargura, de desgosto, pelo último dia do nosso fim de semana ter ido por água à baixo.
Enquanto você se vestia para partir, eu te olhava atentamente, querendo por um segundo te amarrar em uma daquelas cadeiras e despejar em você uma porção de palavras que me rasgavam a garganta naquela hora, mas você me odiaria muito pela minha insegura sinceridade. Então desisti.
Observei teus cabelos e pensei em motivos para deixar de te querer, mas o maior de todos era grande o suficiente para fazer crescer ainda mais isso aqui que há dentro de mim. Eu te amava, ou melhor/pior, te amo. Te Amo tanto, de forma incrivelmente forte e natural. Meu corpo é frio e seco sem sua mão na minha cintura, meu dia é um tédio sem você, minha noite tem/teve tema de tristeza sem você para dividir comigo o frio.

E você foi embora; meu coração doente por não ter te abraçado com força suficiente, chorando por dentro por não ter feito um jeito de salvar o nosso resto de noite. Meus lábios tremendo de frio ainda soltaram quase sussurrando aquelas palavras que na noite anterior tinham causado tanto efeito: 'eu te amo'.
As letras saíram todas com uma placa de socorro.
Você não percebeu, não viu.
Me olhou cabisbaixo e se foi.
Eu rezando por 'eu também', ou ao menos 'sinto muito'.
E fui dormir jurando pra mim mesma que não permito que você me perca, não permito. Eu juro que NÃO VOU TE PERDER também, eu juro.
E você não vai desistir de mim, não vai.



terça-feira, 24 de agosto de 2010




[...] E fazendo isso, eu só consigo te amar mais ainda.
E a gente vai por aí, se completando assim meio torto mesmo. E Deus escrevendo certo pelas nossas linhas que se não fossem tão tortas, não teriam se cruzado."

Tati B.

"E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça - que não era Capitu, mas também tem olhos de ressaca - levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário...por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda."
Caio Fernando Abreu


sábado, 21 de agosto de 2010



Nunca tive medo de estar junto de alguem, mas veja só, de você eu tenho ... Logo de você que eu gosto taanto. É que eu sou tão louca por você, tão alucinada por sua presença, tão facinada por suas mãos pequenas, tão embreagada por seu cheiro, tão marcada por um passado nada bom, que eu morro de medo de me abastecer de tudo isso que você causa sobre mim. Morro de medo de ficar viciada ao extremo e depois não sobreviver sem você comigo. Se fosse outra pessoa, se fosse outro alguem, mas não, é você comigo, VOCÊ, tem noção do quanto isso é incrível ? você que eu amei só por tanto tempo, e ainda amo, amo você me querer ... Mas eu tenho medo, medo de te pertencer. Mas já estou perdida meu caro, já estamos juntos, já sou tua, já era.


Você já sabe o meu segredo: 'pra sempre vou te amar'
"Os dedos entrelaçados. Me sentia quente. E o cabelo não queria ficar preso. Vontade de sorrir. De sorrir porque me sentia bem. Porque me sentia completa novamente. Completa com os meus sentimentos. Sentia os músculos dos braços apertarem com delicadeza. E sentia o cheiro. Me sentia livre. E sentia vontade de sorrir bem mais.
Colei no corpo e senti o coração pulsar. Movimentava o rosto. Passeava pelo corpo com as mãos sentindo a carne, os pêlos, e os arrepios que isso me causava. Não me desprendia. Quando pensava em dizer alguma coisa, engolia todas as palavras; e só cuspia o ponto final. E sentia que era feliz. Assim. Exatamente assim. Sem dizer nada. Sem ferir, ou ser ferida. Sem ter nãos, sem ter esperas, sem me sentir uma boba. Sem confundir. E principalmente, me sentia feliz porque voltei a sentir todos os dedos entrelaçarem os meus sem dor. "

http://whathellareyoudoing.blogspot.com/

eu amo estar com você, amo como quem ama o amor, amando intensamente (L)

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Quem diria que um dia seu pedaço se juntasse ao meu c9

Mas quem diria que o destino enfim cooperasse com essa minha vida insana e me fizesse enfim, ser algo junto a ti. Quem diria que em uma noite fria desse quase verão eu ouvisse em 2 minutos tudo o que esperei por quase toda a minha vida, ouvir de quem eu queria, no momento em que eu queria, no instante preciso de felicidade. Eu preciso que você precise de mim, preciso que você divulgue diariamente, publicamente, sua carência existencial sobre a minha pessoa, preciso que você me abrace, que você me beije, que me deixe dormir no seu ombro, sentados no meu terraço escuro, que, vamos combinar, ja tem nossa cara há séculos. Preciso que você repita tantas e tantas vezes como foi o seu dia, só pra eu lembrar o quanto é importante pra você me dá satisfações e eu me achar totalmente adequada a ouvi-las, preciso que você me conte seus problemas, que venha comigo, que me chame pra fugir novamente, que me aperte junto ao seu corpo e que eu me encaixe perfeitamente nesse lindo pedaço que sempre foi meu. Precisei por muito tempo que você me chamasse de MINHA NAMORADA, que me colocasse certamente nesse posto de importância. E como você sabe, como meu signo revela, eu preciso de atenção, eu gosto de ser o sol, o centro, e eu fico muito feliz por ser isso na sua vida, por ser um pingente brilhante, por ser sua, sua namorada.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010



"E que você sinta vontade de precisar de mim, mas não só quando houver necessidade, que você sinta isso mesmo tendo passado um dia inteiro comigo, que não veja e nem sinta as horas passando quando estiver ao meu lado, e que nunca seja o suficiente o tempo que passarmos juntos, que você sempre sinta vontade de mais, mais e mais.
E que você suporte os meus defeitos e se sinta orgulhoso das minhas qualidades, e apesar de não ter uma beleza extrema, poder fazer com que você enxergue que gostar de alguém vai muito além de beleza fisica, e tentar também de algum jeito (infelizmente só tentar) fazer com que você não precise olhar em outras direções, porque seus olhos vão estar dentro dos meus."

- Tati B.

precise de mim ! (yn)


Acho que, se esse ainda não é o caminho certo, pelo menos, é o mais BONITO por enquanto...e o que me deixa mais INTEIRA, a cada passo. E fico pensando enquanto avanço: EU AMO CONSTRUIR A MESMA ESTRADA COM VOCÊ. EU AMO MORAR NO TEU ABRAÇO!

(Marla de Queiroz)




Não deixe que eu fique triste, insonia, lesa, sozinha ! Não permita que eu sinta sua falta por um dia sequer, a não ser que seja pelo bobo motivo de saudade, não deixe que eu me acostume de você, não permita uma partida próxima, não me dê mais despedidas, almenos que seja daquelas que eu sei que te vejo daqui a uma semana. Não me dê um adeus prévio, DURE COMIGO, permaneça aqui, aqui é seu lugar, comigo . Não me deixe, eu preciso de você, odeio precisar, mas preciso, admito e te convoco, esteja comigo, sempre !

sábado, 7 de agosto de 2010



Esqueçamos a distância:
a partir de hoje você vai morar na minha taquicardia...







terça-feira, 3 de agosto de 2010


Confie em mim, deixe-me guiar-te pelo aquele caminho seguro, confiável, viável, e surpreendente. Confie em mim, deixe comigo a parte do sonho, do sentimento, das fantasias, dos dias de sol com voltas de mãos dadas, fique com a parte de REALIZAÇÃO. Fique com a parte da segurança, do pulso firme, da responsabilidade de me fazer feliz. Fiquemos então, juntos, portanto, fiquemos livres, presos em nós mesmos, fiquemos aqui, ali, seja onde for, FIQUEMOS!




Boas meninas vão para o céu.

As melhores, como eu, te levam até lá!

terça-feira, 27 de julho de 2010

Eu me lembrei



que não sou uma mulher fácil de esquecer, que me amo,
e que QUANDO você estiver pronto virá, retornará,
e se nunca estiver pronto?
Problema seu meu caro, como sempre,

o problema é seu ;D

quarta-feira, 21 de julho de 2010

decidi, SUMIR ;D



"Ah, mas tudo bem. Em seguida todo mundo se acostuma. As pessoas esquecem umas das outra com tanta facilidade. Como é mesmo que minha mãe dizia? Quem não é visto não é lembrado. Longe dos olhos, longe do coração. Pois é."

Caio Fernando Abreu


Pois se prepare meu caro, minha próxima missão será fazer você se tocar, já que é tão dificil pra você. Pra vê se assim você aprende a sentir minha falta, ou decida de vez viver sem mim. Sem súplica meu caro, sem pressão. Perceba ! Vou sumir por um tempo, uma semana para ser mais precisa, talvez o meu telefone então volte a tocar, talvez reapareçam as mensagens na madrugada. Talvez eu canse, eu sinta, que isso tudo é bobagem, que tu fostes apenas companhia para minhas férias, apenas alguém do outro lado do pc,
e que não tens assim, mais TANTA importancia na minha vida.
Mas enfim, vais sentir minha falta, mais do que antes. Porque querendo ou não, eu sempre estive aqui, depois do almoço e ao anoitecer, e agora não, agora é diferente (:

segunda-feira, 19 de julho de 2010



Ela não reconheceu a voz ao telefone, ao seu ouvido, ou pelo menos quis acreditar que não. Até que ouviu o nome, tão desejado, aquele nome que parece furacão em país pobre, faz um estrago danado. Até que ouviu a notícia "vou aí te ver", pareceu alucinação, sonho, loucura ! Como podia depois de 71 dias aquela voz, dolorosa de se ouvir, dar noticia precisa e satisfatória? A surpresa não foi realmente esta, foi ser simplismente o que ela quis a tanto tempo vir assim, do nada. Achou logo que não merecia. Parou pra lembrar se tinha feito caridade, se tinha ajudado idoso ou mendigo, reviu suas contas com Deus, e viu que estava realmente em falta. Não, não merecia. A voz travou, faltou ar e sentido. E as pontas dos dedos das mãos e dos pés esfriaram, aaah, o maldito esfriamento que sempre entrega o jogo. Entrou em desespero, deixou de lado a farça do "tou nem aí" e correu ao celular, correu as amigas, ligou, mandou mensagem, suplicou por ajuda. Logo num dia sem Luz nem Água.
Parou, olhou a cena absurda e deu ordem para seu corpo se acalmar. Sentou-se então no sofá da sala da visitas, se fosse para a porta ia dar muita bandeira, então pegou seu livro de romance preferido, e poe-se a ler. O Azar foi o capítulo escolhido: "O Fim". Os pensamentos voaram, pensando em possibilidades de dá tudo errado. Acordou, viu que estava lendo o mesmo parágrafo há mais de 10 minutos. E desistiu. Viu que era muito improvável que ele vinhesse.
Sofreu e Aliviou. Lenvantou, deu uma volta. Olhou pela janela. Sofreu e Aliviou. Passou mais tempo. Sofreu e Aliviou. As borboletas dando festa no estômago, e percebendo que realmente ele não viria. Sofreu e Aliviou. O sol ja dava lugar a lua, e DESISTIU. Desistiu de esperar. Pelo menos naquele dia sim. Noticias que é bom, nada.
E foi dormir, com o consolo de pensar: "foi melhor assim"!


...Quis tanto ter você, depois silêncio. Mas nessa tarde estranha só vem tua falta à tona, e eu desamarro um pranto tão antigo…Desculpa essas palavras com cara de choro: mas ainda há reticências... Ainda há você em mim.

(Marla de Queiroz)

quarta-feira, 14 de julho de 2010

E como sempre, nas últimas horas da noite, conversamos. Conversamos intensamente, esquecemos de tudo, repartimos problemas, e eu gosto disso, gosto de pensar que isso é real, gosto de guardar bem no fundo as declarações que soltas uma vez ou outra. Você que não vê daí, mas aqui meu olho brilha, brilha radiante, ao te ver revelar planos, sonhos, queria eu que fosse real. Nesses mínimos minutos, em que você é você MESMO, e eu me deixo ser a melhor parte de mim, eu te amo, te amo nesses instantes em que te tenho MEU. Esse desejo absoluto de te ter, de ser tua...
aaah os meu sonhos, meu pensamentos, meu eu.
Mas ACORDO, quase choro, quando dizes "Amor, tenho que sair". Aí me vem todos aqueles pensamentos, e vejo: não é meu mesmo, não é pra ser.
E sigo, aumenos DESEJO ;x


E o sangue todo a se inflamar,
Fluindo em minhas veias,
Subindo em cadeia,
Pronto a transbordar.
O que eu sinto e arde em segredo
É uma chama que se chama desejo.

Dos meus Egoísmos e Agressividades




Não te conto mais a ninguém, não te mostro mais. Te guardo, como um segredo, um desejo, uma prece. Te guardo, como se fantasiadamente você fosse MEU, e ninguém mais podesse te roubar de mim. Guardo as palavras que me falas, as promessas, as frases... SÃO MINHAS, SÓ MINHAS! É que tenho medo, muito medo na verdade, de te mostrar, te admitir na minha vida e nos afastarem de novo, e quando isso acontece é como se eu estivesse no paraíso e caísse de repente em terra seca e firme. Acho incrível como todo mundo erra por aí, nas claras e eu não reclamo a ninguém, porque simplismente NÃO É DA MINHA CONTA. Aí me vem esse povo dando pitaco, palpite, como deve ser minha vida, com quem deve ser. Não pedi ajuda a seu ninguém ! Pra que isso ?
Te guardo só pra mim, SÓ MEU !



"Primeiro que paixão deve ser coisa discreta,
calada, centrada.

Se você começa a espalhar aos sete ventos,

crau, dá errado
."
(Caio F. Abreu)


É só você chegar e tudo aqui muda, incrivelmente, rapidamente !
E se você colocar um "ponto final" nessa palhaçada aí, transforma aqui um parágrafo INTEIRO!
Boa sorte para nós (yn)












/não é possível que você minta o tempo todo ! É ? :/

domingo, 11 de julho de 2010



"Aguarde até que seja noite, antes de dizer que foi um dia bom..."

E foi, um dia bom. Tirando a sensação de ter você tão perto e mesmo assim tão longe do meu alcance, tirando a merda da consideração que abandona, a promessa que sempre falta, a falta, a falta de você. A porra da saudade que me tormenta, e a calma que não quer por NADA ser minha companheira. Paciência meu caro, P A C I Ê N C I A !




/Esperar por você,
é como esperar por chuva para acabar com a seca,
decepcionante e inútil.

sexta-feira, 9 de julho de 2010



Eu não entendo, como é possível, pra tanta gente ser tão fácil falar em FELICIDADE à dois. Deve ser porque a minha é tão difícil de ser adquirida que penso que pra os outros também deveria ser assim. É muito difícil, são tantos passos a serem dados. Primeiro você teria que se resolver, decididir realmente o que quer, se tocar que não é mais tão fácil me enganar (aparentemente), se ajeitar, MUDAR. Depois terias que me reconquistar, terias que lutar, e me provar que ainda és o melhor pra mim, que ainda és capaz de me revirar os olhos com tuas frases marcantes. Por último, eu teria que enfrentar a fúria de tudo, de todos, tanta gente que luta pelo meu bem, e me quer longe, beeeem longe de ti. Eu que sou teimosa e safada, e ainda te quero aqui comigo. Sem esquecer ainda, das invejas e cobiças que teríamos todos os dias sobre nós.
Agora me diga, é fácil ser feliz junto de ti ?
É fácil ?
Não é não meu homenzinho, não é !


"Os maus olhos, os maus olhos derrubam qualquer paixão" ♪

quinta-feira, 8 de julho de 2010



" es.que.cer v. 1. tr. dir. deixar sair da memória; perder a memória de; olvidar. 2. pron. tr. dir. não fazer caso de. 4. tr. ind. e intr. escapar da memória, ficar em esquecimento. 5. tr. dir. descurar-se de. 6. pron. perder a ciência ou a habilidade adquiridas. 7. pron. descuidar-se. "

Está no dicionário como se fosse a coisa mai fácil do mundo. Como se não exigisse um aprendizado. Como se esquecer fosse involuntário, natural e acidental... Perdeu, escapou, descuidou-se e kaput! Mas não. O esquecimento é uma criança ligeira que exige atenção e esforço contínuos. É preciso que deixe as portas sempre abertas pra que, uma por uma, as imagens saiam. É preciso que eduque a atenção e que barre as sinapses que, ante qualquer estímulo sensorial, chamam os esquecidos todos de volta. É preciso que mude o olhar. É preciso que doa. É preciso disciplina. É preciso que não tenha volta...
essa porra não é fácil, NÃO É !


"Não, meu bem, não adianta bancar o distante:
lá vem o amor nos dilacerar de novo..."

sábado, 3 de julho de 2010



Eu tenho medo, tenho medo do tempo, da vida, do destino. Tenho medo do seu olhar, do modo que as coisas podem acontecer. Tenho medo de uma suposta amizade, tenho medo das palavras, das sensações. Mas do que tenho mais medo, é de mim, da minha vontade incontrolável, desse desejo que trago adormecido dentro de mim, MORRO, ME PELO, ME MORDO DE TANTO MEDO ! Medo de não conseguir, tenho medo de querer, medo de ...

quinta-feira, 1 de julho de 2010




Eu descobri ! Descobri senhoras e senhores ! Descobri, ou melhor, aceitei: eu nunca vou esquecer o amor da minha vida. Nunca. Mas agora, com sua licença. Não dá mais pra ocupar o mesmo espaço. Meu tempo não se mede em relógios.
E a vida lá fora, me chama!

Fernanda Mello


Me bastava um sonho, um ilusão, um grito! Me bastava uma declaração, um som, nem que fosse um ruído. Me bastava apenas sonhar, iludir, de ter você. Me bastava uma cena, eu só queria um oco, um nada, apenas nós. Queria você com a camisa branca, com cheiro de lavada, queria o cheiro, teu cheiro. Me bastava esquecer de tudo, eu sou besta, eu faria isso por você, eu queria um sonho, um dia, um hora, nem que fosse UM SEGUNDO.
Eu queria você.
Mas eu não posso, NÃO DEVO! Prefiro você preso, amarrado, assim nem me atrevo. Eu queria, sério mesmo, mandar meia dúzia de pessoas ir por inferno, esquecer que eu existo, entrar dentro de mim, e morar lá por um bom tempo. Mas eu não me sinto segura comigo mesma, não me sinto.
Eu queria você.
Eu queria tentar explicar pra essa gente, QUE NÃO TEM COMO, SIMPLESMENTE NÃO TEM NENHUM JEITO, de eu tentar ser feliz ao lado dessa gente lesa e pouca, EU NÃO PRECISO DE UM NOOVO AMOR, eu tenho mesmo cara de sofrida? de encalhada? não estou com um cartaz pedindo ajuda, não estou !
Eu queria você.
Eu não tenho vocação pra fingimento, pra usar máscaras, não gosto. Não gosto de ser infeliz, gosto de ser solta, gosto mesmo da liberdade, gostava de ser presa a você.
Eu queria você.
Mas é sério, eu juro de pés juntos que já te esqueci, mas quanto mais eu beijo, sinto, abraço outras pessoas, mas eu sinto a diferença.
Eu queria você, queria saber se ainda é como antes, se está pior, melhor... Queria olhar na sua cara de cachorro pidão. Ah eu quero vê você, quero vê se vai ter coragem de olhar nos meus olhos sem se perder, ou sem ter vontade de fugir. Eu queria provocar em você, todas aquelas vezes...
aaah, eu queria a porra da sensação de ter você, queria você !
Queria,
QUERIA MESMO,
não sentir tanto nojo assim de você,
queria ...

terça-feira, 22 de junho de 2010




Bem longe de mim, eu ouço alguém gritando, me chamando, mostrando que há felicidade. Longe de mim, eu vejo alguém que me agrada, que me convida, que parece valer a pena. Na verdade ele não está tão longe, está aqui, bem ao meu lado, me pedindo apenas uma chance pra provar que não é como os outros, mas que no fundo vai sempre me deixar igual.
Mas eu me recuso, faço hora, não tento. Não sei motivo exato, não sei. Talvez eu simplesmente ainda sinta pontada daquela velha dor, ainda tenha medo de tentar, ou apenas me amo o bastante pra não querer me dar a ninguém, não quero ter dono, NÃO QUERO. Não quero ordens, mandatos, ofícios. Ainda não gosto de ti o bastante há ponto de me dar a você. É VERDADE! ME DESCULPE, MAS VOCÊ NÃO ME FAZ SENTIR AQUELA PORRA DE SENSAÇÃO DE ESTÁ COMPLETA, É... VOCÊ NÃO É COMO ELE, EU CONFESSO QUE NÃO AMO VOCÊ!
Mas que você nunca leia meus remorsos, nem você, nem ele. Dentro de mim alguém mente pra me proteger. Mas eu não quero te magoar, você me faz bem, faz tudo direitinho, ainda não errou muito; mas compreenda que eu estou desacostumada a me sentir um "nós", eu sempre fui "eu", só EU. E me acostumei a ser assim.

quinta-feira, 17 de junho de 2010



Pode perguntar, chorar, pedir, espernear, fazer o que for; pode rodar o mundo atrás de mim. Por mais que aqui ainda haja essa vontade absurda que parece que vai explodir só em pensar em te ver, por mais que eu, por safada que sou, ainda pense em possibilidade, NÃO PERMITO, NÃO DEIXO, NÃO ADMITO que você entre novamente em minha vida, fique pelas esquinas do meu mundo, se abasteça de comentários que ouve falar de mim, se contente com isto, somente isto terás!
Compaixão meu caro, compaixão !

APRENDA !




“Falar pouco é uma virtude, aprender a se colocar em primeiro lugar não é egoismo. Para qualquer escolha se segue alguma consequência, vontades efêmeras não valem a pena, quem faz uma vez, não faz duas necessariamente, mas quem faz dez, com certeza faz onze. Perdoar é nobre, esquecer é quase impossível. Quem te merece não te faz chorar, quem gosta cuida, o que está no passado tem motivos para não fazer parte do seu presente, não é preciso perder pra aprender a dar valor, e os amigos ainda se contam nos dedos. Aos poucos você percebe o que vale a pena, o que se deve guardar pro resto da vida, e o que nunca deveria ter entrado nela. Não tem como esconder a verdade, nem tem como enterrar o passado, o tempo sempre vai ser o melhor remédio, mas seus resultados nem sempre são imediatos.”

~ Charles Chaplin ~

quarta-feira, 9 de junho de 2010


Não tenha medo da quantidade absurda de carinho que eu quero te fazer. E de eu ser assim e falar tudo na lata. E de eu não fazer charme quando simplesmente não tem como fazer. E de eu te beijar como se a gente tivesse acabado de descobrir o beijo.


Porque contigo tudo cada vez é mais intenso,
e eu antes mesmo de te ter,

já morro de medo de te perder!

terça-feira, 8 de junho de 2010

Eu não aguentava mais pensar nos mesmos caras que eram sempre os mesmos caras. Você é novinho em folha e eu sou louca por você. Mas tudo isso eu não te conto pra você não achar que eu sou louca. Chega. Dessa vez vou fazer tudo certo.



tem uma plantinha nova nascendo dentro de mim,
e me ensinaram certa vez,
que se deve regar sempre com muito amor,
e lhe dá luz do sol pra ela florescer e crescer bonita e forte, me ajuda?
não estraga tudo, por favor !





Não gosto de dar explicações a quem não merece, não gosto de dar noticias, não gosto de falar como anda minha vida, como se fosse obrigação minha mostrar minha superação e a felicidade na qual vivo. Mas como tudo, em relação a você, sempre houve exceções, resolvi por modo, declarar como estou. Não entenda isso como maldade ou deboche, certo? entenda como se tivesse a receber notícias de uma velha a amiga que não vê muito tempo. Pois bem:
Lhe comunico meu caro, que aqui não há mais desertos, lagartas, folhas secas, chuva. Aqui há VIDA, felicidade, borboletas, céu azul, sol, mar, sorvete, chocolate. Aqui há alguém renovado, que teve mais uma chance da vida para sentir o velho gostinho de ser feliz. Aqui não há saudade, apenas desprezo e compaixão para com a tua pessoa. Estou bem meu velho amigo, melhor que você,
G A R A N T O !






Que coisa louca, eu já sabia
Enquanto eu me arrumava algo me dizia
'Você vai encontrar alguém que vai mudar
A sua vida inteira da noite pro dia' !

quarta-feira, 2 de junho de 2010




Ainda tenho nó na garganta quando se trata de você, troço imundo e imprestável. Vá apavorar outra vida, vá aparecer em outras mentes, vá arranjar o que fazer ! Me bate uma angustia e uma vontade de colocar tudo pra fora. Reler as mensagens que me mandavas, as palavras que me dizias, os segredos e planos ao pé do ouvido. É como uma correnteza me levando para o fim de uma rio profundo e sem graça. O que ODEEEEEEIO mesmo são esses casos mal resolvidos, Ninguém chegou pra me avisar que iria acabar, NINGUÉM. Ninguém me avisou para guardar lagrimas, para um fim próximo, ninguém me perguntou como eu iria me sentir por ver uma coisa monstruosa ao teu lado. E não a nada a ser feito. Não te peço mais nada, não estou te cobrando nada, não te quero nem pintado de ouro. É que na verdade ME DÓI, a falta de uma consideração que eu achava que existia. Eu acho que vou levar para o resto da vida o pensamento inútil de você, a sensação de nada. Aaaah, eu poderia também avisar ao Monstrinho que ela ja pode ir chorando, pois nada pra ela vai durar muito não. Mas que pena, tenho compulsão por vingança ;x

Tudo o que plantar vai colher,
eu não to te jogando praga
to falando a verdade. ;D



Caminhávamos juntos, conversando... Entre uma frase e outra nossos olhares se cruzavam e eu podia flagrar teu sorriso espontâneo, eu podia ver, aliás, eu podia sentir, tu era feliz do meu lado. Depois de uma longa caminhada por aquela cidade chata, paramos. O medo da chuva, do Perigo, de assalto. Tudo passou. Tu transmitiu até mim, sensação de segurança; ponho FÉ. E me beijou, me abraçou, me mandou ter juizo, impondo sem querer autoridade, sem ter ! Que tarde/noite maravilhosa, despertaste em mim a sensação que eu não tinha a muito tempo. Obrigado por resgatar o melhor de mim.




Eu tava tão mal
Eu tava sozinho E você chegou Me dando carinho, amor e atenção Eu tava tão mal Eu tava sozinho E você chegou Me dando carinho, amor e atenção Me falando tudo, que me agradava Fazendo de tudo, que eu precisava Eu tava tão mal, mas tudo mudou Será que você vai ser a minha nova paixão que vai me compreender e me da satisfação Será que você vai ser a minha nova paixão como poder de fazer feliz o meu coração

sábado, 29 de maio de 2010


Claro, eu quero encontrar uma outra pessoa, embora eu sempre vá saber que tu é o amor da minha vida, mas meu destino não é amar, meu destino é se apaixonar, e quem sabe eu encontre a paixão da minha vida, e viva eternamente apaixonada, mesmo tendo um grande amor. E vai ser assim, mesmo que isso me custe carregar um vazio, pra sempre.


"Quem é você pensa que é pra me prender e depois me deixar pra trás?"

ela com ela .



Eu hoje conversei comigo mesma, e esse lado mais seguro de mim me contou que decidiu de vez, (faz é tempo) sair da tua vida. Ela me disse que você era pouco, que ela realmente NÃO ERA PRO SEU BICO.
Agora me diz, sem essa vida na tua vida, como anda a vida meu caro? Como passou os dias? Como passaste as noites? Ao menos uma vez nesse instante ausente que ela fez na tua vida, pensaste na vida dela junto com a tua vida? Pensou na vida de vocês dois juntos? Se não pensaste, sinto muito caro amigo, ela eu te garanto, pensou todos os dias, o tempo inteiro, e como impossível ela me disse que era te esquecer, como impossível ela me disse que era segurar a vontade de falar contigo, não sabes a angustia que ela me descreveu sentir, me disse com tanta verdade nos olhos, que eu mesmo sem viver, senti. Meu Deus bem diz: "Muito amor nunca é demais". Mas e esse amor, hein? Que cala um grito dentro do peito, que faz lembrar a todo o tempo, que não se tem onde depositar, que não se tem onde esconder, que os olhos por si só revelam. Me diz, o que essa coitada vai fazer com todo esse amor que nunca é demais? Não sei bem o final dessa história, triste ou feliz, espero um final, e espero que ela me conte, se continuou a se afastar, se vai amar menos, se esqueceu que amou, se viveu... Ou se vai continuar pagando por simplesmente... Amar demais.

quinta-feira, 27 de maio de 2010



Veja bem, meu caro barrigudinho ^^
Meiga, simples e comum, foram apenas simples adjetivos que tua mente criou, para tentar se defender de uma 'pequena' ameaça que significo na tua inútil vida. Covardes e fracassadas são as tentativas que tu fazes patra me atingir. A C O R D A ! Ou melhor, afuuuuunda de uma vez nesse teu pesadelo. Tu e teu Monstrinho ;D
Não sofro, não choro, não morro. Vivo, amo e Beijo, tudo sem você ;*


/vou te esquecer nem que for,
só por uma noite,
só por uma noite,
só por uma noite !

terça-feira, 25 de maio de 2010




Eu aprendi da forma mais dificil que não se deve confiar plenamente nas pessoas, por mais que essa prometa te ajudar. Não relate nunca como foi sua noite, sua felicidade, sua alegria, a um desconhecido; este pode sentir INVEJA por não ser ti. Pode querer ter isso para si, pode 'querer tomar seu lugar', pode querer ser seu amigo, copiar seus movimentos. Mas fique tranquilo, no fim, a cópia barata é fraca e quebra, e quem desprezou quem realmente tinha QUALIDADE vai pagar caro também. Eu aprendi, foi realmente na PORRADA mesmo, muita barra apenas aos 16 anos. Pode ser pouco e simples pra quem vê de longe, pra quem só esculta e lê. Viver é que são elas. Pode ser que ainda venham muitas dessas por aí, piores até. Pra vê se eu arrumo um punhado de vergonha na cara, ou até mesmo tenha suficiente pra dá e vender !

ps : "Quer pisar? Pisa.
Mas quando eu levantar,
CORRE
."

Não bateu, não bateu. Não adianta dar porrada.




Que bonitinho! Ele tá brincando de fingimento! Em uma única madrugada fala ser feliz e ter um namoro saudável. Mas vejam que hipócrita esse garoto da barrigona, avisem a ele que estou feliz !
Olhem só, ele não tem mesmo o que fazer, e não esquece meu nome, não esquece o meu telefone, ainda anda iludido por aí me chamando de amor. Óh, coitadiinho. Vá limpar sua merda, você FEDE pra caramba ;D

quinta-feira, 20 de maio de 2010



"Sossega, coração inútil, sossega! Sossega, porque nada há que esperar, e por isso nada que desesperar também..."




Não procuro a pessoa certa, mas aceito se vier pelo menos a Menos Errada. Espero a pessoa que esteja comigo, e não canse de mim. Quando eu estiver exausta de mim mesma, me encoraje a gostar mais de mim. Que me dê beijos com mordidas, que me diga frases de efeitos, que seja/esteja sempre ao meu lado. Que não seja totalmente certo, que me permita à concerta-lo. Que me deixe a vontade, que me dê carinho quando eu menos preciso. Que abra meu olho para as verdades da vida, que me faça sorrir nos momentos desnecessários. Gargalhadas incontroláveis. Necessito de alguem que pelo menos me 'suporte' nos meus dias sem sol, que se faça indispensável um abraço, sem sujeito. Que não me guarde em uma gaiola, mas que me ajude a ser melhor, e assim ser possível me mostrar ao mundo . /autoria própria.

domingo, 16 de maio de 2010



"Um brinde aos homens,


mas principalmente àqueles que se arrependem


quando te vêem linda, feliz e realizada após superá-lo!"




;*

sábado, 15 de maio de 2010



O que fazer com este Todo o desejo, esse, de possuir e ser possuída?


Desejo de ser consultada, de ser ouvida,


Desejo de encantar todo dia, e de ser surpreendida.


De ser beijada, ser mordida.